Você sabia que duas pessoas que acertaram, por exemplo, 5 questões na prova, podem obter uma nota no ENEM diferente?

A nota no ENEM depende da sua coerência

Ao contrário do que diz o senso comum, o ENEM avalia o nível de proficiência do aluno. E o critério para o estabelecimento de pontuação da prova é a coerência apresentada no conjunto das respostas do estudante.

Dois alunos que acertam a mesma quantidade de questões podem não ter a mesma pontuação. Um exemplo do próprio site do ENEM mostra dois alunos que acertaram 5 questões, mas que obtiveram 480 pontos e 310 pontos respectivamente.

Embora o que tirou 310 pontos no ENEM tenha acertado as questões mais difíceis segundo a escala, o critério de pontuação utilizado (TRI – Teoria da Resposta ao Item) prevê que ele também deveria ter acertado as questões de nível fácil.

Segundo esse critério, o aluno que obteve 480 pontos foi mais coerente na prova, resolvendo as questões de nível fácil em sua maioria.

Guia do Participante ENEM

Fonte: Guia do Participante ENEM

 

3 dicas para melhorar sua nota no ENEM em Matemática

Agora que você já sabe que pode ter uma nota melhor ao ser coerente, foque seus estudos em:

1) Compreender o que realmente pede cada questão da prova de Matemática;
2) Identificar aqueles conteúdos que você mais domina ou consegue aprender mais rapidamente para resolver as questões;
3) E estudar esses conteúdos pontualmente, conforme você progride na resolução.

Adote essa estratégia para a prova, aprendendo a identificar as questões que você percebe como mais fáceis. Agindo assim conseguirá ter maior coerência e melhorar sua nota.

Baixe já as apresentações com os Descritores de Matemática e os Níveis de Proficiência da Prova Brasil

You have Successfully Subscribed!

Share This