Nessa postagem, semelhantemente aos artigos em que tratamos das Unidades Temáticas “Números” e “Álgebra“, trazemos possibilidades de atividades e conteúdos pertinentes às habilidades previstas na BNCC para o 5º Ano do Ensino Fundamental I relativas à também ao desenvolvimento de Atividades da Unidade Temática: Grandezas e Medidas.

Basicamente, os conteúdos envolvidos nas habilidades são: Medidas de comprimento, área, massa, tempo, temperatura e capacidade, além áreas e perímetros e conceito e cálculo de volumes.de figuras poligonais: algumas relações

Acesse também o artigo “A Matemática no Ensino Fundamental I segundo a BNCC”

(EF05MA19) Resolver e elaborar problemas envolvendo medidas das grandezas comprimento, área, massa, tempo, temperatura e capacidade, recorrendo a transformações entre as unidades mais usuais em contextos socioculturais.

Conteúdos

Medidas de comprimento, área, massa, tempo, temperatura e capacidade: utilização de unidades convencionais e relações entre as unidades de medida mais usuais

Atividades da Unidade Temática: Grandezas e Medidas

Na elaboração de atividades, é importante envolver o uso de medições e a exploração da relação entre unidades de medida de uma mesma grandeza nas situações, bem como as estimativas. Cabe também relacionar esta habilidade com o desenvolvimento de atividades com os números racionais na sua forma fracionária e decimal.

Como sugestão de atividade para esta etapa escolar, o professor pode propor aos alunos explorarem, em forma de um projeto, a utilização das medidas em situações cotidianas diversas. Assim, as atividades necessitam incluir:

  • Resolver e elaborar problemas envolvendo medidas das grandezas comprimento, área, massa, tempo, temperatura e capacidade;
  • As transformações entre as unidades mais usuais em contextos socioculturais;
  • Identificar as grandezas, compreender o que é medi-las (comparando com outra grandeza de mesma espécie, escolhendo uma unidade e expressando a medição numericamente com a identificação da unidade utilizada);
  • Conhecer as principais unidades padrão de medida e estabelecer relações entre elas, incluindo a expressão por meio de frações ou decimais.
  • O conhecimento das grandezas e suas respectivas unidades de medida, aplicados em leituras de textos cotidianos, respeitando a diversidade local.

(EF05MA20) Concluir, por meio de investigações, que figuras de perímetros iguais podem ter áreas diferentes e que, também, figuras que têm a mesma área podem ter perímetros diferentes.

Conteúdos

Áreas e perímetros de figuras poligonais: algumas relações

Atividades da Unidade Temática: Grandezas e Medidas

  • A sugestão é que seja proposto aos alunos um trabalho de investigação de figuras de mesma área e perímetros diferentes e vice-versa, usando, para isso, malha quadriculada e régua, por exemplo.  Portanto, as atividades previstas para esta habilidade incluem:
  • Concluir, por meio de investigações, que figuras de perímetros iguais podem ter áreas diferentes e que, também, figuras que têm a mesma área podem ter perímetros diferentes;
  • Envolver a diferenciação entre área e perímetro, associando o perímetro à medida de comprimento e, a área, como medida de superfície.

(EF05MA21) Reconhecer volume como grandeza associada a sólidos geométricos e medir volumes por meio de empilhamento de cubos, utilizando, preferencialmente, objetos concretos.

Conteúdos

Reconhecer o “volume” como grandeza associada a sólidos geométricos e que o mesmo corresponde à medida do espaço ocupada por esse corpo. A medição do volume é feita em unidade cúbicas (centímetro cúbico, metro cúbico), por isso, na habilidade, está previsto medir volumes por meio de empilhamento de cubos, utilizando, preferencialmente, objetos concretos.

Atividades da Unidade Temática: Grandezas e Medidas

Para  o desenvolvimento dessa habilidade pode-se recorrer à montagem de sólidos geométricos com cubinhos (que aqui funcionarão como unidades não convencionais de medidas de volume). Em particular, para montar paralelepípedos (cubos incluídos). Em linhas gerais, o professor pode pedir aos alunos que:

  • Monte um bloco retangular utilizando cubinhos e defina com os mesmos o que é comprimento, largura e altura;
  • Questione o número de cubinhos que foram necessários para montar esse bloco. Se for necessário desmonte e deixe que eles contem um a um, esclarecendo que esse número de cubinhos é o volume do bloco;
  • Outra maneira é completar sequências de cubos com material concreto. Dado a primeira posição da  sequência  um cubo formado com 1 cubinho, a  segunda posição um cubo formado por 8 cubinhos, a terceira, com 27  pede-se os alunos que determinem a quantidade de cubos de cada elemento já mostrado na sequência e, usando cubinhos, construam o quinto cubo da sequência, depois descubram quantos cubos seriam necessários para construir o décimo cubo da sequência.
  • A partir disso tudo, espera-se estimular os alunos a deduzirem informalmente e expressar por escrito (usando palavras ou símbolos) uma forma prática de calcular o volume de paralelepípedos (cubos incluídos), sem que tenham que contar todos os cubinhos que empilharam.

Baixe já as apresentações com os Descritores de Matemática e os Níveis de Proficiência da Prova Brasil

You have Successfully Subscribed!

Share This